segunda-feira, 28 de novembro de 2016

"e quando chega o sexto...

... todo mundo já vê que você não anda sozinha"


Há 25 semanas e uns dias biscoitinha mora comigo. Hoje nós estamos assim:


Sentae, sinta-se em casa que eu vou passar um café...

Essa fase VIP da gravidez não é tão VIP assim como eu imaginava, mas com certeza está bem melhor que os primeiros quatro meses. Não parece não, mas ser forninho cansa!

Estou muito mais bem disposta e emocionalmente (ok, um pouco só) mais estável.

Bebéia mexe cada vez mais forte e em horários específicos... Dia desses eu posto um dos 294729 vídeos que já fiz da minha barriga, que tem vontade própria.

Eu converso muito com ela, canto... E ela sempre me responde! Sempre chuta também quando escuta a voz do papai chegando... Eu sinto que é completamente uma conversa intra-útero (deixa eu me iludir, pfvr). Outro dia vi essa frase do Michel Odent que mexeu muito comigo:


Quem não conhece ele, pergunta pro tio google, vale muito a pena! Todo meu início de pesquisas sobre o parto natural ainda quando era tentante iniciaram nele =)

Agora vamos pro lado trollação da força, pq é com isso que o universo me move: 

Tive um problema na coluna que me fez relembrar aquela fase em que eu nadava nas lágrimas do fundo do meu poço enquanto fazia chapinha na Samara...


Melhor resumir o dilema, ou ficaremos aqui assuntando até amanhã:

Primeira comunhão da filha da minha prima + igreja lotada + chuva torrencial + eu atrasada = eu grávida em pé por quase 1 hora sem encontrar ninguém da minha família (que estava lá na frente) e ainda por cima carregando uma bolsa mega pesada com: repelente + kit primeiros socorros (sim, sou viciada em band-aid) + lanchinho de grávida + garrafinha de água + coisas de mulher... E nenhuma boa alma me cedeu lugar. NE-NHU-MA. Só fui sentar quando minha tia ILUMINADA me avistou lá atrás e veio me salvar: sua dooooida há quanto tempo vc está ai em pé?! E isso já era quase no final da missa.

Nesse mesmo dia começou a dor exatamente do lado em que eu estava carregando a bolsa! Desde então foram 2 semanas de sofrência, só no analgésico + massagem + bolsa de água quente (minha nova melhor amiga, por sinal) + exercícios específicos no pilates + paciência + chororô. Hoje estou um pouco melhor, mas vira e mexe essa dor volta pra me atormentar...

Enquanto isso, os preparativos pro chá de fraldas estão de vento em popa. Pra viagem também... Esse mês de dezembro promete.

Ah, e o quarto da biscoitinha está ficando um amor! Escolhi essa paleta de cores toda em lavanda, verde e azul:


E o povo não perde tempo: mas não é menina? Porque está usando essas cores? Vai ficar masculino!

E foi ai que eu descobri que a cor verde e a cor azul tinham pinto #ninguémmerece

Decidi ignorar. Foi pesquisando sobre lugares que eu achava bonito e me remetiam paz que pensei em campos de lavanda (por sinal quero muito conhecer e levar a biscoitinha), e através disso a paleta foi escolhida. Marido ficou um pouco preocupado com o disse-me-disse do povo, mas quando viu o projeto pronto, logo se tranquilizou.

Mas gente, tá ficando fofo, tá feminino, tá original... Espero que a dona do quarto goste

Bêjo que já assuntei demais por hoje!

domingo, 13 de novembro de 2016

Ultra morfológica de uma baby adorável

Oi, eu sou a biscoitinha  


“I never thought through love we'd be
Making one as lovely as she
But isn't she lovely made from love”

Gente, vim aqui C O R R E N D O só pra mostrar pra vocês a ultra morfológia feita ontem, com 23 semanas. Bebéia cooperou e se mostrou todinha! Mamãe ficou prá lá de emocionada e papai todo bobo. Tem como se conter com tamanha formosura?!

Dizem por ai que a ultrassonografia morfológica, feita da 20ª até a 24ª semana, é a mais importante de todas, pois avalia cada partezinha do bebê, incluindo seus órgãos internos. Optamos por fazer com 23 semanas por recomendação da própria médica da ultra (fazemos sempre os ultrassons com a mesma médica desde a semana 8, uma fofa), pois daria pra ver com mais perfeição os traços do bebê.

Ela está cefálica, encolhidinha (como sempre), tem 29 cm e pesa 578 gramas. O corpinho está à direita e os pés e mãos à esquerda, onde eu sinto os chutes mais fortes. A médica disse que ela é bem longilínea que nem a mamãe e o papai (temos 1,70m e 1,85m, não tinha como ser diferente né)... A placenta continua meio anterior/ meio posterior (fazendo o formato de um U de cabeça pra baixo bem no topo do útero, onde está o bumbum dela). Nessa ultra a data provável de parto antecipou para o dia 06/03. Oremos pra biscoitinha não decidir vir em pleno carnaval #socorro.

Perguntei pra médica se eu poderia morar ali no consultório dela, fazer parte do mobiliário, da decoração... Só pra poder fazer uma ultra todo dia! Ela riu, acho que não sacou que eu tava falando sério =D

pfvr não custa nada, deixa eu morar ai!!!!
Mandei no snapchat um videozinho dela bocejando que não sei se vai carregar aqui. Posso mandar de novo pra quem ainda não viu...

video

Deu pra matar um pouquinho da saudade que estávamos! Que venha a próxima (com 28 semanas, pré-viagem).


Bêjo pra quem é de bêjo, abraço pra quem é de abraço e um queijo pra quem é de queijo.


quarta-feira, 9 de novembro de 2016

You know you twist, little girl

Hello galera animada,

Hoje eu ia fazer um mega post sobre fralda, chá e afins... Tudo que deixa qualquer gestante meio confusa ou perdida. Achei melhor falar sobre isso no pós chá, que ai eu já conto sobre os erros e acertos, sobre o que pedi/ o que ganhei, o que rolou, o que valeu...

Enquanto o chá não vem, vamos assuntar...

De uns tempos pra cá, os movimentos da biscoitinha estão bem mais nítidos, fortes e tem até horário, principalmente após a semana 20. Outro dia ela deu uma festa rave no meu útero bem de madrugada. Foi batidão pesado até o sol raiar.
Reparei que quando eu estou relaxada, deitada na cama ou sentada trabalhando ela mexe muito. Sabe aquele trabalho em que você tem que pensar, mas quando já está tudo definido é mais ‘mão na massa’ do que qualquer outra coisa? Ai você vai fazendo e sua mente vai viajando, tentando lembrar qual era aquela comida que você tanto gostava na infância mas não lembra de jeito nenhum, ou qual é o nome daquele filme que acontece não sei o que... Pois é, de vez em quando dá pra viajar legal fazendo o que eu faço! As vezes rola até post mental pro blog (Deus está de prova sobre quantos posts eu já perdi por ter uma mente esquecedora).

Pois é, é ali que biscoitinha decide dar o ar da graça. Um ser humaninho levemente possessivo: ‘ei, não viaja não, pensa em mim, EM MIM’. Ela pode, néammmm?!

Agora, quando minha vida tem aquele ‘QUÊ’ de adrenalina, ai biscoitinha some, faz a estátua! Quando eu tô resolvendo pepino ou dirigindo: estátua. Dizem que o bebê dorme com o movimento do carro, mas acho que no meu caso, como eu não sou muito boa de roda e minha mente foca no: ‘não posso bater, não posso atropelar ninguém’, acho que é mais pela tensão e medo mesmo. Tadinha da bichinha...
Por falar em adrenalina, essa semana aconteceu uma que valeu por uns meses. Sabe quando vc acorda e está sozinha em casa, ai você se depara com uma inundação na sua cozinha (sério gente, dava pra fazer nado sincronizado ali) e se desespera levemente?! Pois é, essa era eu! Primeiro fui tentar resolver o problema, que era no filtro, afinal, focar no meio ambiente né... Depois fui tentar escoar esse mar que já irradiava pra minha sala... Era eu, o senhor rodo, e uns amiguim panos de chão. Enquanto eu estava lá descascando aquele abacaxi, aparece minha gata toda serelepe me chamando: olha o que eu fiz, olha o que eu fiz... Fui lá ver o que a bichana queria (cas meia tudo molhada, patinhando a casa toda, coisa básica)!

eu na cozinha
AI MEU DEUS TEM UM DINOSSAURO NO MEU BANHEIRO. Esse foi #ÓBVIO o pensamento do momento.

Mandei uma mensagem pro marido dizendo ‘socorroooo’ e seguida da foto de um passarinho (sim gente, um fofo de um passarinho) no tapete do banheiro, deitadinho. Óbvio que por trollação do universo, a foto só foi recebida meia hora depois das minhas palavras bastante calmas, e, até lá, Marido já havia enfartado a caminho do trabalho.

Na hora me veio a lembrança de todas as pessoas do mundo falando: cuidado com a toxoplasmose, olha lá ein... E das minhas respostas: nossa gatinha não sai de casa, é vacinada e blablabla, só come ração. Ela só pegaria se estivesse se alimentando de insetos, lagartixas, aves ou carnes cruas. É muito mais fácil a gente pegar toxoplasmose através de verduras e legumes mal lavados, fora que eu teria que estar em contato direto com as fezes dela.

AVES, AVES AVEEEEES. Agora visualizem o medo:
  1. minha gatinha estraçalhou o pássaro que até então estava infectado e passou toxoplasmose pra ela, que vai passar toxoplasmose pra mim (por telepatia, né, só pode);
  2. tem um passarinho morto cas tripas pra fora no meio do tapete do banheiro (não tive coragem de averiguar);
  3. NÃO SOBREVIVEREI PRA CONTAR A HISTORIA, NÃO TENHO FORÇAS.
Até ali eu já havia fechado a porta do banheiro com o passarinho lá dentro, sem averiguar se estava vivo, e trancado a gatinha no outro quarto. Enquanto isso, minha mãe, que mora a uns 5km de mim, veio ‘me salvar’ (não me orgulho disso gente, não me orgulho).

Nesse meio tempo o fofo do passarinho piou, cantou, fez o feliz... Minha mãe chegou, pegou o passarinho (que não estava machucado grazadeus) deu aguinha pra ele e soltou o bicho na varanda, que voou feliz por ai...

Historia simples para uma não gravida, mas muitíssimo da cabeluda para uma gestante neurótica. Deu pra visualizar o nível de loucura da pessoa?


A parte boa foi que sobrevivemos. Todos nós: A gatinha (que foi fofa, só pegou e não matou o bichinho), a grávida, a biscoitinha e o passarinho.

Ah, esse sábado temos a ultra morfológica, com 23 semanas =)

Volto logo logo pra contar... bejo e não pensem que eu sou maluca

terça-feira, 1 de novembro de 2016

a fase vip

Bom dia com 21 semanas e meia e uma bebéia do tamanho de uma cenoura =D

Recapitulando o post passado: fui na endócrino (prêmio fofura do ano vai pra ela, bêjo), que me examinou de cabo a rabo e desconfiou se era mesmo o tal do hipertireoidismo que eu tinha. E não era. Ela me passou uns exames e grazadeus estava tudo se normalizando. A explicação foi que a própria hiperêmese causou essa breve instabilidade no TSH (vale lembrar que o TS4 e TS3 se mantiveram em níveis normais a todo o momento). 

Acho que (finalmente) entrei na fase VIP da gravidez! Agora é sósucesso \o/


Mudando de assunto: Aula de pilates... Tô amando.

Primeiro que a dor na lombar está começando a dar o ar da graça e o pilates fortalece bastante essa área e a pelve. Mas já?! Esse cotoco que vc chama de barriga já te dá dor nas costas? É blogosfera, já!

Os exercícios são bem específicos pra gestante e a professora é bem experiente. Faço tanto aparelhos quanto solo, com muito alongamento também.

Faço junto com uma outra moça. Parecia gente fina, mas me aconselhou a desovar meu gato por conta da gravidez. Vê se pode?! Ainda disse que minha barriga era MÍNIMA pra 5 meses. Sinto que essa môoooça ta pedindo pra virar meu desafeto. Aguardaremos as cenas do próximo capítulo...

olhaqueeee ô garota
Por falar em barriga, a minha cresceu níveis estratosféricos e estou começando a inchar. As pessoas dizem que não, que ´só tenho barriga´, mas conheço bem meu corpo e sei que ele está diferente, principalmente nas pernas finas de cambito que eu tenho. Em breve farei cosplay de boneco Michelin...  Tô nem ai #mentira! Prometi a mim mesma que não vou surtar por isso, o importante é a biscoitinha estar bem e eu me alimentar direitinho... É tempo de gestar!
Eu, em breve...
A bola da vez agora é: fazer ou não um chá de bebê/ fraldas?

Optamos pelo chá de fraldas mas, botando no papel, não vale a pena. O dinheiro gasto com decoração, docinho, comidinhas, salão... Acaba sendo muito mais alto que o arrecadado em fraldas. O chá é mais um evento pra curtir com pessoas íntimas e amigas nessa fase especial que é a gravidez. Não dá pra pensar em valores, dificilmente vai fechar (a menos que seus convidados sejam coleguinhas do Silvio Santos e distribuam fraldas caras como aviõezinhos de dinheiro).


 E agora a questão é: pedir ou não marca de fralda?

Eu já fui a chá em que não pediram nem tamanho, já fui a outros que pediram algumas marcas como sugestão e já fui em alguns que especificavam exatamente a fralda que queriam: fralda X da cor tal. Eu costumo levar também algum item de higiene, como lenço umedecido, mas optei por não pedir no meu chá. 

Fiz uma listinha minuciosa pesquisando na internet sobre tamanhos e marcas. Perguntei pra mamães que conheço e até pra mamães que encontrei na farmácia na sessão de bebês (meu novo hobby: sessão de bebes em mercado e farmácia, vou só pra sentir o cheirinho de fofura)...

‘Oii tudo bem? Que lindo seu filho... me conta sobre fraldas?’

Pensem uma pessoa cara de pau? Sou eu... Quedê o óleo de peroba, pfvr????

Marido acha importante colocarmos 3 marcas de nossa preferência. Próximo post conto tudim que li por ai: de quantos tamanhos pedir, do que está bombando no bumbum dos bebês... Sem mais delongas pq esse post aqui já está se transformando em um livro inteiro.

Bêjo da cara de pau e da filhota espoleta